Títulos Públicos Federais

Títulos Públicos são títulos que o governo emite e oferece para que os bancos e até mesmo a população compre. Comprar esses títulos significa emprestar dinheiro pro governo. Como ninguém empresta dinheiro de graça, o governo define uma data de 'vencimento' dos títulos, que é o dia em que o governo vai te dar o dinheiro de volta mais um valor de juros. Note que quem compra "sente" como se estivesse fazendo um investimento. Por exemplo, se eu comprar um título de R$100 e, no vencimento, receber R$110, meu investimento teve rendimento de 10%.

Antigamente esses títulos eram papeis onde havia escrito algo como "pago por esse título a quantia de X" e constava a assinatura do governo assumindo essa responsabilidade. Assim, as pessoas levavam esses papeis pra casa e colocavam dentro de alguma gaveta ou de um cofre. Isso causava muitos transtornos: se minha casa fosse assaltada ou incendiada, por exemplo, eu poderia perder o título. Logo, com o avanço da tecnologia eles deixaram de ser escritos e passaram a ter apenas registro eletrônico. Portanto, hoje em dia, se alguém compra um título público, um sistema eletrônico do Governo cria um registro onde especifica o valor e o nome da pessoa que comprou o título, e ela sabe que dali a tantos dias, quando chegar o dia do vencimento, ela pode ir lá pegar seu dinheiro de volta junto com o lucro.

Os Títulos Públicos podem ser Municipais, Estaduais ou Federais. Dependendo do tipo, ele é registrado em um sistema eletrônico diferente. Os títulos Federais são todos registrados num sistema chamado SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia). Além deles, os títulos públicos Municipais e Estaduais até 1992 foram registrados também na SELIC. A partir de janeiro de 1992 os títulos públicos Municipais e Estaduais passaram a ser registrados em outro sistema chamado CETIP (Central de Liquidação Financeira e de Custódia de Títulos).

A SELIC e a CETIP conhecidas como clearings, ou Câmaras de Compensação.

[uma coisa que não cai na prova, mas é interessante: Títulos Públicos Federais rendem em média a Taxa Selic, que é a taxa básica de juros do país. A taxa Selic é a maior taxa básica de juros do mundo! Além disso o PT, durante esses 8 anos de governo, tem demonstrado grande interesse de continuar pagando essa dívida direitinho. Portanto esse é um investimento com alto rendimento e com relativamente baixo risco. Esses títulos são a dívida pública do país, aquilo que o Plínio - candidato do PSOL - chamava de "bolsa banqueiro" nas últimas eleições. Assim, se tiver interesse em comprar, sugiro que entre em Tesouro Direto... lá tem todas as informações.]

Paztejamos

10 comentários:

  1. Parabéns pelo Blog, tá iluminando alguns trechos do caminho... rsrs

    ResponderExcluir
  2. obrigado pessoal, esse é o objetivo =D

    ResponderExcluir
  3. Fiquei na duvida sobre Titulos Publicos e Titulos de Capitalização.
    Qual a diferença entre eles?

    ResponderExcluir
  4. Onde o autor do blog adquiriu tanto conhecimento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu estudei pra concursos com os materiais de cursinho que eu tinha e li algumas apostilas. Na verdade não sei taaaaanto assim, mas o que sei passo adiante :) Grande abraço e bons estudos! =D

      Excluir
  5. Parabéns pelo Blog, muito show ... Deus abençoe

    ResponderExcluir
  6. Muito bom este blog!

    ResponderExcluir
  7. Não vai desativar a porra desse blog. Muito bom

    ResponderExcluir
  8. Muito bom o seu Blog, esclareceu bastante dúvidas, parabéns !

    ResponderExcluir