Teoria Clássica (Fayolismo)

Teoria administrativa de criada por Henri Fayol, fortemente baseada na Igreja e no Exército. Suas idéias são baseadas nos princípios da revolução francesa (Liberdade, Igualdade e Fraternidade) numa época pós-revolução. A revolução Francesa pode ser tido como o fim dos privilégios de uma casta social chamada monarquia. Assim, nesse período, todos em solo francês têm os mesmos direitos, providos pela Constituição criada em 1789.

Apesar de o Estado ter altos impostos, ele provê um serviço público de qualidade em relação a educação. Logo, chega um momento em que falta mão de obra para o trabalho desqualificado, pois todos são bem formados. Assim, o Estado precisa importar mão-de-obra barata de países menos desenvolvidos, o que implica um aumento da xenofobia.

[sinceramente não entendo o que esses antecedentes históricos podem ter influenciado as idéias de Fayol... as notas de aula da guria também não constam nada sobre isso.]

Fayol trata da empresa no nível gerencial, enquanto Taylor trata no nível operacional.

A idéia do Fayolismo era ligada a estabilidade, visando a permanência do indivíduo em uma única empresa, chegando como operário e alcançando, por exemplo, o conselho administrativo, no fim da carreira.

Segundo o Fayolismo se obedece o chefe porque ele teoricamente tem mais conhecimento e, portanto, mais autoridade. Se ele não tiver conhecimento, na hora dos questionamentos, começa a perder autoridade na hierarquia. O problema é que, na vida real, isso esbarra na autoridade do chefe que, na prática, mesmo tendo menos conhecimento continua mandando. Assim, as pessoas não questionam seus chefes, o que faz com que as organizações caiam em descrédito.

Para Fayol a Organização é o resultado de um trabalho coletivo onde todos colhem o resultado obtido.

As características da Organização Fayolista são:
- Coesão, União e Corporativismo;
- Unidade de Comando e Direção;
- Tratamento equitativo e igualitário entre os membros (o que não procede na prática em função da autoridade do chefe);
- Participação dos lucros (Fayol é o primeiro a citar, baseado na idéia de União e Corporativismo em que todos devem cooperar pelo bem da organização);
- Ordem, Método e Disciplina (especialização, o que pressupõe a Organização Racional do Trabalho, criada por Taylor);
- Centralização do comando de cada processo em um único chefe.

Fayol é o primeiro a sugerir uma lista de características que o administrador deve ter:
  • Qualidades Físicas;
  • Qualidades Morais - não discriminar ninguém, ter comportamento tolerante, manter os direitos dos funcionários;
  • Qualidades intelectuais - a partir de certo nível de hierarquia não importam mais as habilidades técnicas mas sim as intelectuais;
 Paztejamos

Nenhum comentário:

Postar um comentário